quarta-feira, 21 de abril de 2010

Cimarron uruguayo ou Perro Gaucho


O cimarrón uruguayo também conhecido como cimarron del Uruguay, Perro Criollo ou Perro Gaucho (em espanhol), é uma raça de cães desenvolvida no Uruguai, e recohecida internacionalmente.

Histórico

Sua origem é bastante controversa e ao mesmo tempo curiosa. O cimarrón (que significa "qualquer animal ou planta que tenha sido domésticado e voltado ao seu estado selvagem") é o resultado de acasalamento entre cães trazidos pelos colonizadores ibéricos (principalmente da Espanha) na época da colonização das Américas. As principais raças foram os mastins espanhóis, os alanos e lebreiros. Com diversos indivíduos espalhados pelos campos abertos, esparsamente habitados, do país, em pouco tempo, uma enorme quantidade de cães em estado semi-selvagem (pré-domesticação) estava habitando os charcos e planícies do Uruguai. Com um ambiente favorável e alimento abundante, multiplicaram seu número até se tornarem uma verdadeira praga, com matilhas matando rebanhos inteiros.

Foi ordenado, então, seu exterminio, como meio de controle populacional. Porém, em alguns lugares, como no departamento de Cerro Largo, populações do cimarrón conseguiram sobreviver na natureza, até serem descobertos novamente por habitantes da região. Ao ser redomesticado foi utilizado para a caça, guarda e para trabalhar na lida do gado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário